Convento da Penha restringe subida de veículos. Veja quem pode ir de carro até o local!

23
Desde o dia 31 de dezembro de 2019, o Convento suspendeu a entrada de automóveis, iniciativa que foi bem avaliada pelos visitantes

Depois de vetar a subida de veículos durante a temporada do verão, quando ocorre o maior número de visitação de turistas ao local, o Convento da Penha, em reunião com a Secretaria de Defesa Social e Trânsito de Vila Velha, decidiu restringir a subida de veículos até a área conhecida como Campinho.

A partir de agora, de segunda a sexta (exceto às quartas a tarde), poderão acessar o estacionamento do Convento apenas automóveis de serviço, bem como os que transportam voluntários a serviço da liturgia do Convento. Carros que transportam pessoas com necessidades especiais ou identificados com o cartão de pessoa idosa, emanado por autoridade competente, também terão acesso.

Aos sábados, domingos e feriados. o acesso é permitido aos automóveis de serviço e voluntários a serviço da liturgia, além dos automóveis que transportam pessoas com necessidades especiais. Em dias de grandes eventos, o acesso de qualquer automóvel é vetado ao Campinho do Convento.

A subida de carros e motos continua autorizada para as primeiras Missas do dia, sendo de segunda a sábado entre 6h e 7 horas e aos domingos, das 5h às 7 horas.

Nos demais horários, o acesso de visitantes ao Convento pode ser feito em duas modalidades:  a primeira, por meio do serviço de transporte em vans que sobem a cada 10 minutos. O valor é de R$5,00 (subida e descida) e R$3,50 (somente subida ou descida). Os bilhetes podem ser adquiridos na portaria do Convento e no ponto de embarque e desembarque localizado no Campinho; a outra modalidade pode ser realizada caminhando, seja pela “Estrada Principal” que possui apenas 1.200 metros ou pela “Ladeira da Penitência”, que possui 500 metros de subida íngreme. Além de contemplar a beleza do santuário da natureza, o visitante pode observar plantas, animais e os encantos da mata atlântica.

A decisão

Desde o dia 31 de dezembro do ano passado, a fraternidade do Convento atendendo um pedido da própria Guarda Municipal de Vila Velha, resolveu suspender a entrada de automóveis, iniciativa que foi muito bem avaliada pelos visitantes, especialmente os turistas que aumentaram em quase 100%.

Após uma avaliação do panorama apresentado pelo Convento, o Coronel Oberacy Emmerich Junior, secretário de Defesa Social e Trânsito, apresentou as demandas da instituição, explicou a necessidade de regulamentar a subida de veículos devidamente identificados e comentou o impacto positivo que a medida causou. “Se por um lado para a administração do Convento foi bom suspender a subida de veículos, para nós foi ótimo. Não tivemos nenhuma intercorrência, nada”, afirma.

Frei Paulo lembrou que a primeira dimensão que deve ser observada é a preservação da vida e o cuidado com o mais frágil. “Suspender a subida de automóveis traz mais tranquilidade, paz, segurança e conforto para todo mundo. Por outro lado, temos a preocupação com muitas pessoas que relatam medo de estacionarem na Prainha e serem extorquidas pelos ‘flanelinhas’ e ‘guardadores de carros’. Precisamos viabilizar com a Guarda Municipal uma maneira de fiscalizar isso”, falou o Guardião.

O Coronel Emmerich garante que a presença da Guarda Municipal será constante no intuito de manter a ordem e a segurança, além de colaborar com porteiros, que muitas vezes são vítimas da intolerância e de violência verbal. Será um trabalho em sintonia com o Convento para orientar os visitantes.

Informações: Folha Vitória