Suspeitos de envolvimentos em morte de vereador no ES são presos

A Polícia Civil prendeu dois suspeito de envolvimento no assassinato do vereador de Presidente Kennedy, Marcos Augusto Costalonga (PL), 49 anos, conhecido como Marquinhos da Cooperativa. Ele foi morto a tiros na estrada que liga as localidades de Leonel e Alegria, no interior do município. As informações foram confirmadas pelo titular da delegacia da Polícia Civil de Presidente Kennedy, delegado Thiago Viana.

Relembre o caso

Marcos Augusto Costalonga, foi assassinado na noite do dia 27 de maio, na estrada que liga as localidades de Leonel e Alegria.

De acordo com o boletim de ocorrência, Costalonga dirigia um veículo de cor branca e estava acompanhado da esposa, no banco carona da frente, e de um amigo, no banco traseiro, quando foi interceptado por um carro prata, com quatro ocupantes encapuzados.

O amigo da vítima disse a PM que viu um dos quatro homens do veículo prata, colocar uma arma para fora do carro e anunciar um assalto no trevo de Leonel, na estrada que da acesso a localidade de Santa Lúcia. Neste momento Costalonga teria acelerado para fugir, e o suspeito teria começado a efetuar os disparos na direção ao lado que o condutor estava.

Quando chegaram ao local, os policiais constataram que o carro do vereador estava a três metros abaixo da pista. Segundo a PM, Costalonga foi encontrado sem vida dentro do veículo, junto com a esposa, que sofreu fraturas nas duas pernas, junto com o amig, que fraturou a perna esquerda e o braço direito. Os dois foram levados para o Pronto Atendimento de Presidente KennedySus e encaminhados à Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim.

Trajetória política

Costalonga foi eleito vereador em 2020 com 356 votos, ocupando a oitava posição no pleito e garantiu uma cadeira na Casa entre os dez vitoriosos.

Mudança na Câmara

Com a morte de Costalonga, quem assumiu a cadeira dele na Câmara foi o vereador Antônio Araújo Lima (PL), conhecido como Tonho.