Situação precária: pelo menos 5 fachadas de prédios são interditadas por dia em Guarapari

Edificações em situação precária preocupam a Defesa Civil de Guarapari. Segundo o órgão, a fiscalização em prédios na cidade acontece de forma contínua e, por dia, pelo menos cinco fachadas são interditadas no município.

No último sábado (19), uma criança de dois anos foi atingida por um pedaço de concreto, que caiu da varanda de um prédio, na Praia do Morro, em Guarapari. A família da criança atingida veio de Minas Gerais e estaria no Espírito Santo a passeio. A menina segue internada com traumatismo craniano.

Segundo o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Crea), todas as edificações precisam passar por reparos constantes para evitar acidentes. A Defesa Civil pediu um laudo de engenharia para atestar a segurança do local e até a conclusão da investigação, a entrada principal do edifício permanecerá interditada.

De acordo com a Prefeitura de Guarapari, a legislação municipal regula esse tipo de situação e diz que qualquer cidadão pode denunciar edificações que aparentam oferecer riscos. As denúncias podem ser feitas diretamente para a Defesa Civil de Guarapari pelo telefone 99813-3265.

Informações: Folha Vitória