Ex-prefeito Jaime Júnior de Ponto Belo pode estar sendo vitima de perseguição

Vista área de Ponto Belo

Segundo informações um grupo político de Ponto Belo, contrários ao ex-prefeito da cidade, possivelmente estariam participando de uma “manobra” para prejudicar ao ex-prefeito Jaime Júnior (PMDB).

Analistas políticos da localidade dizem que esse tipo de comportamento político, se estiver ocorrendo, não leva nada de melhorias para a população da cidade que já é bastante carente.

Ponto Belo possivelmente é uma das cidades mais carentes do Estado do Espírito Santo e divergências entre as lideranças só trará prejuízos para os cidadãos Ponto Belenses.

O que consta é que o Tribunal de Contas aprovou as contas do ex-prefeito Jaime com ressalvas e um grupo politico ligado ao atual prefeito Murilo quer que os vereadores da sua base que são a maioria, reprovem as contas e as ressalvas. Assim tirando de uma vez a possibilidade de Jaime disputar as próximas eleições.

As lideranças das chamadas pequenas cidades precisam começar a mudar de visão e estratégias, afim de que as disputas políticas se tornem apenas concorrências e não como vem acontecendo atualmente, que a competição virá brigas e inimizades, fazendo com que a população sempre saia prejudicada.

O ex-prefeito Jaime é um político muito popular e faz uma política nos modos com os quais os cidadãos de Ponto Belo se identificam culturalmente falando.