Enivaldo solicita obras de infraestrutura para região de novo porto no Norte do Estado

Atento aos avanços dos projetos para construção do Centro Portuário de São Mateus e de uma nova ferrovia ligando o porto da Petrocity a Sete Lagoas (MG), o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) encaminhou ao governador Renato Casagrande três indicações de obras de infraestrutura visando atender às demandas do polo de desenvolvimento que surgirá na região de Urussuquara, em São Mateus, no litoral Norte do Estado.

As indicações referem-se à oferta de opções de circulação e transporte, permitindo acesso à região tanto para os negócios relacionados às atividades em torno do complexo portuário, quanto de turistas, à integração e desenvolvimento regional no Norte e Noroeste do Estado, e à oferta da distribuição de energia elétrica para as indústrias e unidades de serviços que se estabelecerão na retroárea do porto.

A primeira indicação visa à pavimentação da ES 429, com pista dupla e piso resistente ao tráfego de caminhões, interligando a ES 010, em Urussuquara, à BR 101, num trecho de 30km. Ainda associado a essa infraestrutura, o deputado indicou ao Governo do Estado a construção de uma nova rodovia de aproximadamente 5km, como uma variante que visa evitar o tráfego pesado na localidade de Palmito (Jaguaré), fazendo a ligação da ES 429 à BR 101, em Paulista (São Mateus).

Para permitir a distribuição de energia no polo portuário e sua retroárea, o deputado Enivaldo dos Anjos solicitou ao governador Renato Casagrande a intervenção junto à EDP para que dote essa região de distribuição trifásica. “Até hoje a rede de distribuição em Urussuquara e arredores é monofásica, o que é somente se aplica a energia rural, de baixa demanda”, disse o deputado.

E, por fim, o deputado está atento à movimentação das lideranças mineiras, que conseguiram junto ao Governo Federal a duplicação da BR 381, entre Belo Horizonte e Governador Valadares, onde será também privatizada. Porém, do trecho até Mantena nada se falou e essa é a via de integração do Leste de Minas com o Noroeste e Norte do Espírito Santo, onde ela foi estadualizada.

Por conta disso, Enivaldo indicou ao Governo a duplicação do trecho estadualizado da BR 381, entre a divisa ES-MG e o KM 0, em São Mateus. “Esta rodovia federal começa em São Mateus e termina em São Paulo. No trecho entre Belo Horizonte e São Paulo ela é duplicada e privatizada, sendo denominada Fernão Dias, e agora será duplicada também até Governador Valadares. Então, temos que aproveitar esse momento e criar o corredor até São Mateus, com forte impacto sobre todo o Norte e Noroeste”, disse Enivaldo.

De acordo com o que foi anunciado pela Petrocity Portos S.A., a primeira etapa da Estrada de Ferro Minas-ES seguirá paralela ao traçado da BR 381, desde São Mateus até Ipatinga, no Vale do Aço. Tanto a ferrovia quanto o investimento na duplicação do trecho capixaba terão forte impacto, principalmente, sobre os municípios de Barra de São Francisco, Nova Venécia e São Mateus.

As indicações foram lidas e aprovadas na sessão ordinária desta segunda-feira (12) e serão encaminhadas ao governador do Estado.