Eleições 2019 no IPAJM: Servidores da Assembleia Legislativa questionam processo de votação

Leandro Machado

Os servidores da Assembleia Legislativa estão cobrando do Instituto de Previdência dos Servidores, lisura e transparência no processo de votação. Isto porque, o servidor da Assembleia e demais servidores que não são do poder executivo, para exercerem o direito de voto, tem que receber a cédula em seu endereço residencial, via Correios, votar e remeter ao Instituto.

O prazo de votação se encerra na quarta-feira, 24/04/2019, e muitos servidores da Assembleia ainda não receberam a cédula. O Candidato Leandro Machado, servidor da Ales, que disputa uma vaga no Conselho Administrativo, está indignado.

Conforme Leandro Machado, os servidores do legislativo estadual estão sendo discriminados. O candidato solicitou uma reunião com o presidente do Instituto, para pedir prorrogação do prazo de votação e também vai requerer o pedido à Comissão Eleitoral.

Outra reclamação veemente está entre os aposentados da Assembleia, que não poderão votar, em função do sistema de votação ser setorizado, um servidor ativo de um poder só vota em ativo, aposentado em aposentado e militar em militar.

O protesto também ganha corpo entre os servidores da Casa, com as hastags #cadêaminhacédula? #querodireitodevotaremleandro.