Dupla é presa após furtar peças de picanha e alega que faria churrasco para moradores de rua no ES

Dois homens foram presos depois de furtarem peças de picanha de um supermercado, na Avenida Maruípe, em Vitória, nesta quinta-feira (24).

Luan Teixeira e Breno Botelho disseram aos policias militares que iam fazer um churrasco para moradores de rua com o material furtado.

Funcionários do supermercado disseram que os furtos de picanha são frequentes.

“Eles estão roubando muito”, disse um funcionário do açougue do estabelecimento.

Antes de serem flagrados, eles também furtaram um jogo facas e picanha de outro supermercado na região.

Alessandra Soares, funcionária do supermercado contou que outra funcionária que percebeu o furto.

“Uma das encarregadas da loja viu que ele [um dos presos] só estava com o lacre da havaiana na mão, deu uma olhadinha na câmera e viu que ele tinha pegado outras coisas na loja. O segurança abordou eles na rua. Não tentaram fugir e voltaram para a loja e disseram está aqui o que a gente roubou'”, contou.

Ainda de acordo com ela, os materiais furtados por criminosos são os mais variados.

“Eles levam cerveja, carne, faca, havaianas, biscoitos, tudo, o que eles conseguem”, explicou a funcionária.

Os presos foram encaminhados à Delegacia Regional de Vitória, onde foram autuados em flagrante por furto qualificado e encaminhados ao Centro de Triagem de Viana (CTV).

De acordo com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), Breno já esteve preso entre 2010 e 2021, pelos crimes de furto e homicídio, e Luan foi preso em dezembro de 2021 por receptação.