Deputado do Noroeste homenageia diretora da melhor escola pública do Estado

A Comenda Paulo Freire, instituída pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo em homenagem ao educador brasileiro mais reconhecido no mundo inteiro, será entregue nesta quarta-feira (18/10/2017) pelo deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) à diretora da melhor escola pública do Estado, segundo o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

A medalha será entregue, em sessão solene, às 19 horas, à professora Liane Maria Bravim Catelan, diretora da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Victório Bravim, localizada no distrito de Araguaia, em Domingos Martins.

“Esta é uma homenagem que estendo a toda a equipe da escola”, reagiu a professora Liane, ao ser convidada para receber a comenda. O deputado Enivaldo dos Anjos também pensa assim: “A homenagem será à diretora, mas é uma honraria prestada a toda a comunidade escolar que faz da Victório Bravim destaque estadual e nacional. Lógico que a liderança conta, mas nenhum líder consegue sua posição sozinho. Por outro lado, homenagear a professora Liane Bravim faz também justiça a ela, que soube conduzir sua equipe para esses resultados”.

RECONHECIMENTO

A Medalha “Professor Paulo Reglus Neves Freire” foi criada por força da Resolução 036/2011 para agraciar educadores de escolas públicas e privadas do Estado do Espírito Santo, que tenham se destacado em sua função. Para efeito da homenagem, consideram-se educadores os profissionais de todas as áreas, devidamente registrados, que exerçam ou tenham exercido cotidianamente a atividade laborativa de professor em salas de aula (artigo 4º).

Para isso, devem satisfazer a duas exigências: pPossuir formação e habilitação na área laborativa em que atua ou tenha atuado como educador; e, exercer ou ter exercido a atividade laborativa pertinente no território do Estado do Espírito Santo.

Das 100 melhores médias do estado no Enem em 2016, apenas 11 são de escolas públicas. A escola estadual Victório Bravim teve a melhor média entre as escolas públicas capixabas e tem a 74ª média mais alta entre as escolas do Espírito Santo. A mesma posição já havia sido obtida em 2010, 2011, 2012, 2013 e 2015. Em 2014, foi a segunda colocada, atrás de outra escola do mesmo município.

A qualidade de seu ensino tem se refletido no desempenho dos alunos em Olimpíadas de Matemática, Química, Física e Português. Na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) de 2015, a escola foi a campeã estadual, com sete estudantes recebendo medalhas de ouro, prata e bronze. E a história da educação pública de qualidade continua: três alunos do curso Técnico de Agronomia da Victorio Bravim ganharam, em 2017, a Medalha de Ouro de Agronomia; alunos foram premiados também na Olimpíada de Astronomia, e em 2018 estudantes da escola vão para o Rio de Janeiro participar da Olimpíada de Foguete.

A escola fica a 68km de Vitória e tem aproximadamente 350 alunos. “A gente motiva, incentiva os alunos a participar das olimpíadas. O nosso diferencial é esse, a valorização deles. O foco tem que ser o aluno, tudo deve ser voltado para eles, porque é pelos estudantes que a instituição existe”, resume a professora Liane Bravim.

Foto: Júlio Huber