Caparaó: deputado quer rodovia estadualizada e asfaltada

Rodovia que liga a BR 262 a São João do Príncipe, em Iúna, é municipal

De olho na vocação turística do Caparaó, o deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), líder do Governo na Assembleia Legislativa, encaminhou ao governador Renato Casagrande (PSB) indicação para melhorias no sistema de transporte e circulação na região.

Enivaldo dos Anjos pediu ao Governo que viabilize a estadualização e pavimentação asfáltica da rodovia municipal que liga a BR 262 a Rio Claro, em Iúna, numa extensão de 17 quilômetros, até a ponte sobre o rio José Pedro, na divisa com Minas Gerais. A atuação política atende a solicitações de moradores da região turística e cafeicultora capixaba, na divisa do Espírito Santo com Minas Gerais, na região sul.

Os primeiros 11 quilômetros ligam a rodovia federal ao distrito histórico de São João do Príncipe, antiga comunidade de São João Batista, batizada “Do Príncipe” em homenagem à vista que Dom Pedro II fez ao lugar em 1859, mesma época em que mandou afixar uma bandeira brasileira no ponto culminante da Serra do Caparaó, que ficou, portanto, conhecido como Pico da Bandeira.

O Pico da Bandeira foi o ponto mais alto do Brasil até o início dos anos 70, quando se descobriram dois picos mais altos na fronteira com a Guiana Francesa, no Norte do País. Atualmente, o pico é visitado por mais de 50 mil pessoas por ano e São João do Príncipe é uma das principais atrações turísticas e culturais do chamado “Caparaó capixaba”, que equivale a 80% da região da serra.

“Essa obra é muito importante para melhorar o acesso à região, promovendo o desenvolvimento regional e criando alternativas para o crescimento da economia, possibilitando a construção de equipamentos que atraiam turistas de maior poder econômico, impactando toda a cadeia produtiva. Essa é uma região que já produz café de altíssima qualidade e o investimento na rodovia é importante para beneficiar os produtos no escoamento de seus produtos”, disse Enivaldo.

A indicação 2223/2019 foi lida e aprovada pelo Plenário da Assembleia nesta terça-feira (10) e será encaminhada ao governador Renato Casagrande.