Batistas da Praia do Canto adiam comemoração de 48 anos da igreja para pós-reforma

O pastor Usiel Carneiro de Souza, presidente da congregação, anunciou o adiamento das comemorações dos 48 anos da Igreja Batista da Praia do Canto devido ao atraso nas obras de  reforma do templo, que fica no encontro das avenidas Rio Branco e Nossa Senhora da Penha, em Vitória.

“Tínhamos uma ideia e tivemos que executar outra. Pensávamos em apenas trocar o telhado, mas, quando desmontamos, encontramos uma série de problema. Então, o conselho aprovou as correções necessárias inclusive por questões de segurança. Todas relacionadas ao novo telhado do templo. Será uma obra para os próximos 50 anos de nossa história”, disse Usiel.

Pastor Usiel: fortalecido pela congregação para continuar seu ministério na Praia do Canto

Houve uma tentativa de um grupo de ex-membros de paralisar as obras, mas a Justiça negou-lhes o intento. O pastor Usiel não toca mais nesse assunto. “Prefiro cuidar da igreja, da vida espiritual dos membros. O demais, o pessoal do jurídico, tanto meu quanto da igreja, cuida e o Espírito Santo vai operando para curar as feridas”, limita-se.

DIRETORIA ELEITA

A Assembleia Geral Ordinária da Igreja Batista da Praia do Canto reelegeu os atuais diretores e os membros efetivos do atual Conselho Fiscal. A votação foi no último domingo (12) e a assembleia ficou aberta até no próximo domingo (19) quando será dada posse aos eleitos. Também foi eleito o Conselho da Igreja, formada por sete presbíteros.

É esse conselho que trata dos principais assuntos da igreja, levando à Assembleia de membros aquilo que, estatutariamente, deve ser decidido coletivamente. A eleição fortaleceu a posição do pastor Usiel Carneiro de Souza à frente da congregação, haja vista que, desde que surgiu uma contenda jurídica movida por um grupo de 25 ex-membros, tanto a liderança quanto o coletivo dos membros ativos fecharam apoio ao pastor, inclusive com assinatura de documento encaminhado à Justiça.

A diretoria e o Conselho atuais tiveram seus mandatos, vencidos no dia 15 de maio, prorrogados por 30 dias pelo desembargador Sérgio Ricardo de Souza, do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, no âmbito da ação movida por ex-membros que acabou acolhida pelo Judiciário e que suspendeu, liminarmente, uma assembleia anterior em que a Igreja pretendia reformar seu estatuto. O mérito da ação ainda não foi apreciado.

A nova diretoria, que tomará posse no próximo domingo, após anúncio do resultado da votação, terá seu mandato a partir de 15 de junho de 2024 até 15 de junho de 2026, no ano do cinquetenário da igreja, fundada em1976.

DIRETORIA EXECUTIVA

Conrado José Vieria (Administração)

Eliezer Santos Taets (Financeiro)

Adelise Ferreira Lima de Moura (Planejamento)

CONSELHO FISCAL

Efetivos

Clebeer de Freitas Brito

Edmilson Bermudes Rocha Júnior

Izaque Francisco da Silva

Suplentes

Eluã Marques de Oliveira

Carlos Augusto Lopes

PRESBITÉRIO

Ademir Sanrtos Cardoso

Clarkson Machado Diniz

Berenice Barth

Neivaldo Scheydegger

Maria Cristina Portugal

Regina Célia da Costa Pinto

Waldir Amancio de Souza