Por onde andam os ex-craques e ex-dirigentes do Guarapari Esporte Clube, que já foi até campeão capixaba

242
Formação de 1987 do Guarapari Esporte Clube. Time que levou o título de Campeão Capixaba

Por onde andam os ex-craques e ex-dirigentes do Guarapari Futebol Clube?Guarapari sempre foi uma cidade onde sempre existiu o time do coração da população do município, mas depois de muitos anos infelizmente o futebol profissional deixou de existir na cidade.

Muitos jogadores são lembrados até os dias atuais, como por exemplo o Pancho, um jogador arisco, driblador, veloz, e que por sinal fazia muitos gols. Será por qual motivo o futebol de Guarapari deixou de existir?

O que restou do esporte profissional da cidade saúde são apenas boas lembranças no coração e na memória dos torcedores.

Dia 2 de agosto de 1987. Foi em um empate contra o time do Ibiraçu, no Estádio Davino Matos, depois de uma trajetória no Campeonato Capixaba que o Guarapari Esporte Clube alcançava o título de maior glória de sua história. Depois de uma sequência de 38 anos seguidos em que apenas Rio Branco, Vitória, Santo Antônio e Desportiva conquistavam o campeonato, a equipe do Guarapari foi campeã estadual pela primeira vez.

Quem conta esta história com brilho nos olhos, no aniversário de 30 anos do título, é o morador de Guarapari e torcedor da equipe, Themistocles Sant’Ana. Ele não esquece o título e conta com emoção, da parte de quem estava na arquibancada vibrando pelo time.

Conheça um pouco da história do Guarapari:

“Foi um dia histórico e que ficou marcado no coração de quem estava naquela arquibancada. A torcida do Guarapari era uma das mais fanáticas. Nós lotávamos os estádios. Conseguíamos fechar quase 5 ônibus com torcida organizada. Lembro bem do dia em que levamos o título. Eu tinha apenas 25 anos de idade, mas lembro como se fosse hoje”, relembrou Themistocles.

A campanha do 1º turno não foi nada empolgante para o Guarapari, apenas o Rio Branco foi derrotado pelo clube por 2×1, nas outras seis partidas foram cinco empates e uma derrota. Mesmo assim a equipe foi para o quadrangular final da 1ª fase e ainda assim o desempenho foi total fiasco: três empates seguidos, depois mais três derrotas.

Já no Segundo turno a equipe da cidade saúde melhora bastante o desempenho, em sete jogos foram três vitórias e quatro empates, destaque para a goleada de 3×0 no Estrela em casa, mas no quadrangular do retorno novo fiasco, nos seis jogos o “Guarapa” perde dois e empatou quatro.

Themistocles conta ainda que mesmo assim a equipe conseguiu classificação para o quadrangular final, esse sim decidindo o campeão estadual. No quadrangular final o Guarapari lutaria contra a Desportiva, campeão do 1º turno, Estrela campeão do 2º turno e Ibiraçu 3º colocado na classificação geral. Essa última teve a participação do jogador Porto Real do América (RJ), contratado para participar da etapa quadrangular final.

“Sempre fui fanático pelo Guarapari desde criança, lutei pelo clube, e hoje mais ainda. Continuo brigando. Primeiro porque eu gosto de futebol e segundo porque é o time da minha cidade. Uma torcida fantástica e um time que faz falta na cidade”, completou.

Entre os jogadores que participaram do título, Ricardo Maradona, Mateus, Adejair, João Carlos Dourado, foram alguns dos destaques deste time de ouro. Na etapa final Guarapari chegava com oito pontos, contra sete do Estrela, que a exemplo da Desportiva entrou com um ponto extra, por conquistar um dos dois turnos, a Desportiva chegava com cinco pontos e a exemplo do Ibiraçu com dois não tinha mais chances de título.

O Guarapari não precisava nem vencer caso o Estrela não passasse pela Desportiva.  E foi o que aconteceu o time maratimba empatou em 1×1 com o Ibiraçu chegando aos nove pontos, e de quebra viu a Desportiva derrotar o Estrela no Araripe por 2×1. Graças a isso foi só festa no Estádio Davino Mattos casa do Guarapari. O time agora também era campeão capixaba de futebol.

E a comemoração se estendeu na segunda-feira depois da conquista do título. “O prefeito de Guarapari na época, Graciano Espíndola, decretou feriado municipal e distribuiu 20 mil litros de chopp na cidade. Ninguém trabalhou nesse dia (risos)”, lembrou Themistocles.

História

O Guarapari Esporte Clube é um clube da cidade de Guarapari. O clube teve sua melhor fase durante a década de 1980, quando foi uma vez campeão estadual (1987) e três vezes vice-campeão (1982,1986 e 1990).

No jogo inaugural do principal e maior estádio do estado, o Estádio Kleber Andrade, no dia 7 de setembro de 1983, o Guarapari foi derrotado pelo Rio Branco por 3 a 2 em jogo amistoso.

Parte do conteúdo é do(folhaonline).

Entre em contato com nossa equipe de reportagem, queremos divulgar o passado dos ex-craques e ex-dirigentes para que os desportistas de Guarapari relembrem a trajetória de todos.

Telefone (27) 99736 – 0150 (Waguinho)