Polícia investiga venda de carne de cavalo misturada a de boi no ES

370

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP), deflagrou na manhã dessa sexta-feira (25), a operação “Abigeatus” em combate a duas organizações criminosas que atuam no furto e abate clandestino de gado, além da venda de carne sem procedência.

A suspeita é de que os criminosos misturaram até carne de cavalo a de boi e comercializavam na Grande Vitória. A quadrilha atua no Estado há pelo menos 4 meses e foi descoberta após denúncias de produtores rurais que tiveram gado roubados.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança (Sesp), serão cumpridos três mandados de prisão e 16 de busca e apreensão nos municípios de Viana, Cariacica e Santa Leopoldina.

O coronel Alexandre Ramalho, secretário de segurança do Estado, disse que um dono de supermercado era o um dos chefes da organização criminosa que furtava e abatia gado clandestino e misturava as carnes para depois vender no mercado.

Ainda segundo o secretário, a ideia da organização, era levar esses produtos para regiões mais pobres da Grande Vitória, se aproveitando das pessoas que tem menor condição financeira, e buscavam carnes com preços mais baratos.

Mais de 100 policiais civis participam da ação, que conta ainda com o apoio do Núcleo de Operações em Transporte Aéreo (Notaer) da Secretaria da Casa Militar e da equipe de fiscalização do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf-ES).

Informações: Folha Vitória