Patriota é o 12º partido a apoiar candidatura de Enivaldo dos Anjos

24

O deputado estadual Rafael Favatto anunciou na tarde desta terça-feira (22) o apoio do Patriotas, partido que preside no Estado, à candidatura de Enivaldo dos Anjos para prefeito de Barra de São Francisco. Com isso, já são 12 partidos a se juntarem em torno da chapa do PSD, que tem como candidato a vice-prefeito Gustavo Lacerda, do Republicanos.

A experiência de Enivaldo conta muito para que o partido se alie a ele neste momento, porque é isso que fará a diferença no futuro próximo, de acordo com Rafael Favatto: “O Patriotas apoia Enivaldo porque, passada essa pandemia, com redução de receitas e recursos públicos, precisamos de pessoas experientes para gerir o futuro das cidades”.

O deputado acrescentou que vê em Enivaldo o perfil para esse enfrentamento: “Sabemos da capacidade do deputado Enivaldo dos Anjos para fazer isso e conseguir levantar recursos não apenas junto ao governo do Estado, pela sua amizade com o governador Renato Casagrande, mas também junto ao governo federal. Ele pode contar com o Patriotas não apenas na campanha, mas também para ajudar o município nessa retomada”.

Com a adesão do Patriotas, a aliança em torno de Enivaldo-Gustavo ganha ainda mais forças, reunindo partidos de diferentes matizes ideológicos em torno do mesmo ideal. A coligação oficial, formada por meio das convenções municipais, reúne oito partidos – PSD-Republicanos-PSDB-PTB-PMB-PSB-MDB-Podemos -, mas estão aliados ao palanque o PRTB, o DEM, o Avante e, agora, o Patriotas.
A coligação oficial tem 108 candidatos a uma das 13 vagas na Câmara Municipal de Barra de São Francisco, sendo 38 mulheres. Mais um partido poderá ser anunciado nas próximas horas na frente “Amamos Barra de São Francisco”: o Partido Social Cristão (PSC).

A chapa de Enivaldo dos Anjos e Gustavo Lacerda vai enfrentar a concorrência da chapa formada pelo atual presidente da Câmara, vereador Juvenal Calixto Filho, do PP, tendo como vice o professor aposentado Mário Agapito (PT), numa coligação ainda com o PDT, o PMN, a Rede e, por fim, o Cidadania, cujo candidato homologado na convenção, Marcelo Firmino, desistiu de concorrer.