Guarda Municipal prende suspeitos de participar de rinha de galos em Vila Velha, ES

80

Agentes da Guarda Municipal de Vila Velha, na Grande Vitória, prenderam cerca de 20 suspeitos de participar de uma rinha de galo que funcionava no bairro Aribiri no início da tarde deste domingo (17/05/2020). Cerca de 30 aves foram encontradas no local bastante machucadas e em situação de maus-tratos.

De acordo com o agente Fábio Barcellos, que participou da operação, a Guarda Municipal chegou até o local no momento em que uma briga de galos acontecia. Entre os suspeitos, que foram detidos em flagrante, estão apostadores e organizadores da rinha, que funcionava embaixo de uma casa.

“Os animais estavam presos em cativeiro de forma inadequada, sem nenhum tipo de cuidado com eles. O que a gente conseguiu visualizar é que várias pessoas estavam praticando uma espécie de aposta. Infelizmente, uma grave situação de maus-tratos”, afirmou a gente.

As equipes de inteligência da Guarda Municipal localizaram a rinha após o recebimento de uma denúncia anônima. Para Fábio, as condições do local indicam que a rinha funcionada há tempos.

“Já funcionava há bastante tempo. Existe uma estrutura montada para os animais brigarem, que não foi montada há pouco tempo”, explicou.

De acordo com o artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (Lei 9605/98), é definido como crime “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”.

Todos os suspeitos presos pela Guarda Municipal serão levados para a Delegacia Regional de Vila Velha.

A Polícia Militar informou que o município é quem definirá para onde os galos serão levados. A Prefeitura de Vila Velha ainda não confirmou qual será o destino dos animais.

Fonte: g1