Auxílio emergencial: sobre a 4 ª parcela do benefício, o que já sabemos? Confira

836

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em live realizada na sua rede social confirmou mais três parcelas do auxílio emergencial.

O presidente informou que o governo deseja pagar R$ 1.200 (um mil e duzentos reais) em três parcelas, sendo R$ 500, R$ 400 e R$ 300, respectivamente.

Mesmo o governo federal insistindo em pagar valores abaixo do que é pago atualmente, R$ 600, parlamentares estão se opondo a decisão e buscando em conjunto que o pagamento seja realizado em duas vezes de R$ 600.

Diferente do que o governo deseja, existem alguns projetos tramitando no Congresso, como a permanência do auxílio emergencial enquanto durar o estado de calamidade pública, decretado por conta do novo coronavírus. Entre os projetos, estão o PL 2.627/2020 do senador Jean Prates do PT. Outro que visa atender a mesma demanda, é o PL 3.426/2020, do senador Rodrigo Cunha do PSDB, que deseja tornar lei a obrigatoriedade do pagamento até o final do ano.