Após feriadão com aglomeração, hospitais atendem mais pacientes com problemas respiratórios

233

Hospitais particulares perceberam um aumento em atendimento de pacientes com problemas respiratórios, uma semana após o feriadão de 7 de setembro, que teve praias, bares e restaurantes lotados. Nas praias, inclusive, muitas pessoas foram flagradas sem máscaras.

Na coletiva de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde desta segunda-feira (14), o secretário Nésio Fernandes afirmou que recebeu um levantamento de hospitais das redes pública e particular, que apontou um “discreto aumento” no número de demandas ambulatoriais de pacientes com problemas respiratórios.
“Na capital, houve um aumento de quase 20% de testagens nos últimos dias e estamos acompanhando. De fato, temos muitas pessoas suscetíveis a se contaminarem com o vírus, que podem ter um desfecho negativo, então não é o momento de desrespeitar os protocolos e se aproximar de maneira desprotegida e irresponsável à própria saúde”, destacou Nésio.

O subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, também participou da coletiva e lembrou que as regras precisam ser seguidas para que o comércio não seja fechado novamente. “É muito mais seguro, econômico e saudável que nós sigamos as regras estabelecidas para cada atividade liberada. Não é interessante que o comércio feche novamente as portas, em determinados dias”, lembrou o subsecretário.

Informações: Tribuna online