Deputado oferece recompensa para quem ‘der um jeito na Eco-171’

182
Empresa cumpriu apenas 10% do previsto em contrato nos últimos seis anos

Sete mil reais foi a quantia oferecida pelo deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) a quem conseguisse “dar um jeito” no contrato de concessão da rodovia BR 101, vigente há seis anos e que não conseguiu atingir mais que 10% das obras previstas no período. A oferta de recompensa foi feita no plenário da Assembleia Legislativa, em alusão ao polêmico discurso proferido pelo também deputado Capitão Assumção.
“Já que esse tipo de abordagem parece conseguir maior repercussão por aqui, estou oferecendo R$ 7 mil do meu próprio bolso para quem conseguir dar um jeito no contrato da empresa Eco -171, que já era para ter duplicado mais de 200 quilômetros de estrada e que recentemente tem feito propaganda – como se fosse alguma vantagem – de que duplicou apenas uma parte disso”, disparou Enivaldo durante sua fala na fase das Comunicações.

“R$ 7 mil pra quem der um jeito nessa Eco-171!”, disparou Enivaldo

Nos últimos meses, a empresa concessionária da via divulgou peças publicitárias em que enaltecia o trabalho de duplicação realizado em apenas alguns trechos da rodovia, o que tem causado insatisfação por parte de usuários que viram ser construídas e ativadas sete praças de pedágio no Estado, logo no início do regime de concessão.
Em acompanhamento ao discurso de Enivaldo, o deputado José Esmeraldo (MDB) se solidarizou com a situação, expondo também a sua insatisfação: “tudo o que se viu até hoje foram as praças de pedágio sendo construídas e agora vem essa falta de vergonha na hora de fazer publicidade. É um absurdo!”, disse Esmeraldo.
Vigente desde 2013, o contrato de concessão à empresa Eco-101 para administrar o trecho da rodovia que corta o Espírito Santo previa a duplicação de 197,3 km no período. Desses, apenas 20,5 km foram entregues como duplicados pela empresa até o momento.