Secretária de Educação de Piúma é presa

84

Três pessoas foram presas em flagrante, na tarde desta terça-feira (13), em Piúma, suspeitas de vender de certificados falsos de cursos de extensão. Entre elas, está a secretária municipal de Educação, Isabel Fernanda Scherrer, proprietária do Viva Instituto de Pesquisa e Cursos Educacionais. O marido dela e uma funcionária também foram presos. A investigação partiu do Ministério Público de Anchieta.

O delegado David Santana Gomes prendeu os suspeitos no momento em que faziam a entrega de um certificado falso para uma mulher, que teria comprado o documento por telefone pouco antes da entrega.

O MP já investigava a empresa há cerca de três anos e solicitou ao titular da delegacia de Piúma, o cumprimento da prisão em flagrante no momento da entrega do certificado. A encomenda foi feita, segundo a polícia, cerca de uma hora antes da entrega.

A mulher pagou R$ 150 pelo certificado via depósito bancário. A declaração de conclusão afirmava que a contratante havia cumprido 200 horas de um curso, não revelado a especificação. O processo corre em segredo de justiça.
Informações: Aqui Notícias