Acidente na 3ª Ponte: OAB-ES apresenta habeas corpus para tirar advogado do presídio

35

A Ordem dos Advogados do Brasil no Espírito Santo (OAB-ES), apresentou à Justiça um pedido de habeas corpus do advogado Ivomar Rodrigues Gomes Junior, de 34 anos, suspeito de provocar um acidente e matar duas pessoas  na madrugada de quarta-feira (22), na Terceira Ponte.

A OAB afirmou que está acompanhando o caso e destacou ainda que se for verificada conduta incompatível com a advocacia, tomará todas as medidas administrativas cabíveis.

“Ao mesmo tempo, como a lei garante ao advogado a prisão em Sala de Estado Maior, a Ordem está agindo no sentido de fazer valer esse regramento. Um habeas corpus foi apresentado à Justiça para impedir que ele continue preso ilegalmente no presídio”, diz a nota.

O acidente 

De acordo com a Polícia Civil, o advogado e um universitário se envolveram em uma disputa, dirigindo os carros deles em alta velocidade na Terceira Ponte, na madrugada de quarta-feira (22). Ainda segundo a polícia, essa disputa em alta velocidade provocou o acidente que resultou na morte do casal de namorados Kelvin dos Santos, de 23 anos, e Brunielly de Oliveira, de 17 anos.

Pouco antes disso, segundo a polícia, os dois motoristas estavam consumindo bebidas alcoólicas em uma boate de Vila Velha.

Durante a manhã de quarta-feira, policiais civis estiveram na boate para investigar a presença dos suspeitos no local. Por meio das imagens de vídeo e da comanda de consumo, os policiais constataram que eles ingeriram cerveja e uísque no estabelecimento. Ivomar e Oswaldo foram autuados em flagrante por homicídio com dolo eventual e embriaguez ao volante.

Informações: Folha Vitória