Polícia fecha fábrica de bebidas falsificadas prontas para ser vendidas no Carnaval

144

Um laboratório clandestino de bebidas alcoólicas foi fechado pela polícia nesta quarta-feira (27) no bairro Feu Rosa, na Serra. De acordo com policiais, a produção das bebidas falsificadas teria sido intensificada nos últimos dias. O intuito dos criminosos seria vender a mercadoria durante o período de carnaval.

As bebidas eram armazenadas em toneis e embalagens de cloro na fábrica. Segundo a delegada da Delegacia de Defraudações e Falsificações, Rhaiana Bremenkamp, dois funcionários foram contratados nos últimos dias para intensificar a produção.

As garrafas das bebidas são originais e os lacres são idênticos aos utilizados pelas marcas. A polícia acredita que o laboratório funcionava há pelo menos dois meses.

Garrafas vazias, lacres e funis, além de uma carga de bebidas pronta para comercialização, foram apreendidos pelos agentes. Carina Mendes Amorim, de 32 anos, é suspeita de ser a responsável pela fábrica de bebidas.

A Delegacia Especializada de Crimes de Defraudações e Falsificações (Defa) informou que irá investigar o uso de substâncias na adulteração dos produtos.

Informações: Folha Vitória