Projeto de Enivaldo dos Anjos e Amaro Neto dá 40% de periculosidade à polícia

1115

Os deputados estaduais Enivaldo dos Anjos (PSD) e o Amaro Neto (PRB) apresentaram, conjuntamente, nesta quarta-feira (21/03/2018) na Assembleia Legislativa um Projeto de Lei Complementar que melhora, substancialmente, a remuneração de policiais civis, militares e bombeiros militares.

O PLC prevê o pagamento de 40%, sobre as respectivas remunerações, a título de indenização por periculosidade a todos os servidores dessas três corporações que estiverem em atividade, excluídos aqueles que exercem funções, exclusivamente, administrativas.

“O projeto visa reconhecer e valorizar ainda mais a atividade daqueles que exercem atribuições notoriamente perigosas, sujeitando-se a riscos diários em benefício da segurança de todos os cidadãos”, diz a justificativa apresentada pelos dois parlamentares.

O Projeto de Lei é apresentado um dia depois que um soldado da Polícia Militar é alvejado ao sair de uma academia no bairro de São Torquato, em Vila Velha. Os acusados do crime foram presos no mesmo dia e alegaram ter confundido o policial com um traficante rival do grupo.

 

COMPARTILHAR