Deputado Enivaldo dos Anjos faz homenagem aos 31 anos do “Jornal do Norte” de São Mateus

326

Surpreendido pela informação de que foi o primeiro assinante do veículo, quando assumia seu primeiro mandato na Assembleia, em 1987, o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) discursou homenageando os 31 anos comemorados pelo “Jornal do Norte”, de São Mateus.

“Estamos emocionados com essa homenagem feita pelo deputado Enivaldo. Se já o admirávamos, passamos a admirar ainda mais. Está todo mundo comentando na cidade e ligando para a redação”, disse a proprietária e diretora do jornal, Ângela Gusmão.

Em seu discurso, Enivaldo salientou que “é imprescindível, para a democracia, a existência de uma imprensa livre, cujo único instrumento de controle seja o compromisso com a verdade e a ética. O exercício dessa liberdade de informar, entretanto, se já é desafiador nos grandes veículos, é maior ainda naqueles pequenos jornais, pequenas emissoras de rádio e de televisão, que se comunicam diretamente com seu público nas cidades do interior”.

Diante disso foi que decidiu por homenagear os 31 anos do Jornal do Norte: “Exatamente nesta data tomei conhecimento de um fato que me orgulha, sinceramente: fui o primeiro assinante do jornal, quando começava o meu primeiro mandato de deputado estadual em 1987, vindo de Barra de São Francisco com o sincero desejo de interferir na cena política estadual e com isso tirar minha região do ostracismo”.

O discurso ainda registra:

“O editorial comemorativo dos 31 anos registra que o Jornal do Norte é fruto de um sonho realizado em março de 1987, quando se procurou dar ao jornalismo praticado no interior a possibilidade de ter outras linhas editoriais que não fossem somente aquelas de estar alinhadas com o poder e os interesses nem sempre transparentes e confessáveis.

Com o slogan Jornalismo de Primeira Linha, o Jornal do Norte se orgulha de afirmar que sempre foi pautado na postura ética e com o compromisso da informação sem fazer o jogo daqueles que não têm nenhum interesse em servir ao público leitor e sim a grupos, grupelhos e as camarilhas, do município e de outras praças.

O editorial ainda salienta a postura de seriedade, sem intimidade, sem tapinha nas costas dos supostos poderosos, sem bajulação nem cumplicidade que prejudicam a imparcialidade no trato da informação com credibilidade. E destaca que nesses mais de 30 anos nunca permitiu o açodamento ou o medo.

Não se curvou às intimidações e nem se preocupou com isso. Assim, o Jornal do Norte foi recebendo da sociedade mateense e capixaba o respeito pelo seu trabalho e o reconhecimento de que faz jornalismo sério, sem perseguição ou implicância com quem quer que seja.

“Seu editor só tem dificuldade de noticiar vitória do Flamengo ou derrota do Fluminense, admite a própria publicação. Tirando isso, o Jornal do Norte soube estabelecer uma relação de respeito com seus amigos, seus parceiros e até com aqueles que se opuseram, entendendo que isso é fundamental para ajudar a melhorar, a ter responsabilidade, dedicação e criar um ambiente de boa convivência. Por isso, a todos aqueles que ajudam a fazer o Jornal do Norte, esse valioso veículo de comunicação de São Mateus e região, as nossas homenagens pela próspera trajetória”.

 

COMPARTILHAR