Estelionatário de Minas Gerais é preso em prédio de luxo em Vila Velha

829

Um foragido da Justiça de Minas Gerais foi preso, na manhã desta sexta-feira (23/02/2018), em um prédio de luxo na Praia de Itaparica, em Vila Velha. Segundo a polícia, Iuri Gomes Dias (foto) é acusado de estelionato e estava residindo no município canela-verde para fugir da polícia mineira.

A prisão foi realizada por volta das 6h30, por policiais da Delegacia de Crimes Contra a Vida de Vila Velha. Ao chegarem na porta do apartamento do suspeito, os policiais precisaram insistir por cerca de cinco minutos até que fossem atendidos.

Ao se apresentar para a polícia, Iuri afirmou se chamar Yuri Maldini Zampieri. No entanto, os policiais já tinham a identificação do suspeito por meio da imprensa nacional. Em 2016, Iuri, com o sobrenome Gomes Dias, foi preso em Governador Valadares (MG), junto com a ex-namorada, por estelionato. De acordo com o mandado de prisão, Iuri foi liberado e, depois, a Justiça decretou sua prisão preventiva em Minas Gerais.

Documentos falsos

No apartamento de Iuri os policiais encontraram diversos documentos com o nome falso que o suspeito havia passado. Iuri confessou que havia mudado de nome porque sabia que estava sendo procurado em Minas Gerais.

Diversos documentos falsos e cartões de créditos foram encontrados no apartamento do suspeito

Entre os documentos encontrados estavam duas carteiras de habilitação, cartões de crédito e até certidão de nascimento do Rio Grande do Norte. Além disso, os policiais também encontraram uma carteira de habilitação da Flórida e uma cópia de habilitação da Pensilvânia, ambos nos Estados Unidos.

Ostentação

No histórico de Iuri, estava a ostentação de uma vida de luxo com a ex-namorada, em Minas Gerais. Nas redes sociais, o casal exibia fotos em viagens, baladas e desfrutando de carros de luxo, artigos pessoais importados, entre outros. Segundo a polícia, para cobrir os gastos, os dois usavam cartões de crédito clonados.

Carro de luxo foi encontrado na garagem do prédio onde mora o suspeito

No Espírito Santo, os hábitos de Iuri parecem não ter mudado. Na garagem dele, a polícia encontrou um carro de luxo, sobre o qual ele preferiu não dar explicações.

O suspeito foi autuado em flagrante por uso de documento falso e encaminhado para o Centro de Triagem de Viana. A Justiça mineira será oficialmente informada sobre a prisão.

 

 

COMPARTILHAR